Como Preparar o Corpo Para o Jejum Intermitente?

sponsored

Qualquer pessoa que deseja introduzir o jejum em sua rotina precisa compreender que preparar o corpo para o jejum é indispensável e define qual a probabilidade do indivíduo conseguir manter a prática pelo tempo necessário.

Se pararmos para pensar sobre o ato voluntário de jejuar e compará-lo com a rotina alimentar que temos hoje, perceberemos quão grande é a diferença entre estes dois estilos de vida.

sponsored

Então, entendemos que de fato, não é possível (ou pelo menos se torna muito mais doloroso) sustentar uma mudança radical repentina na alimentação.

Vamos imaginar que em um dia comum você realiza ao menos 4 refeições sendo que algumas delas (senão todas) você geralmente está acompanhada então, de uma hora para outra você decide pular uma delas e percebe que num primeiro momento isso soa muito estranho tanto para você quanto para aqueles que desfrutavam de sua companhia.

E como se isso não bastasse, você sente na prática como é difícil abrir mão do imenso prazer que uma simples refeição pode lhe proporcionar não é mesmo?

Não estou dizendo todas essas coisas para fazê-la desistir do jejum mas sim para que compreenda que o preparo para o jejum não começa na boca ou no estômago como muitos acreditam mas sim em sua mente que será capaz de trabalhar a seu favor ou te sabotar. Isso vai depender de sua postura.

Dito isso, vamos lhe oferecer algumas dicas bem simples mas que se forem observadas podem potencializar suas chances de sucesso com o jejum então leia atentamente e quantas vezes for preciso até que este conhecimento penetre em sua mente e provoque uma verdadeira mudança de dentro para fora.

 

Busque conhecimento:

O conhecimento é como uma base, e é justamente por falta de conhecimento a respeito do jejum e do próprio corpo que as pessoas não se preparam adequadamente e acabam falhando.

Aliás podemos dizer que a falta de interesse em cuidar da própria saúde é o principal motivo que levam muitos a se colocarem em condições terríveis que poderiam ser facilmente evitadas se ao invés de escolher remediar, optassem por prevenir.

Conhecimento nunca é demais e no caso do jejum ele pode amenizar as dificuldades que surgirão ao longo do caminho e quanto mais você praticar o autoconhecimento, melhores serão os seus resultados.

Invista parte do seu tempo lendo e estudando sobre o assunto, veja vídeos, palestras, e histórias de pessoas que transformaram suas vidas com jejum.

Com isso você vai conseguir se motivar e estará pronta para dar o próximo passo e continuar nessa jornada em busca da saúde com mais determinação.

 

Trabalhe suas crenças:

Tudo aquilo que fazemos ou deixamos de fazer está diretamente relacionado com o que se passa em nossa mente. É como diz aquela frase: se você pensa que pode ou se pensa que não pode, de qualquer forma você está certo.

Reflita sobre isso e avalie cada pensamento que você alimenta sobre seu corpo e sua saúde para compreender que tipo de crenças você mesma criou sobre estes assuntos. Até porque ficar repetindo frases que não te levam para mais perto dos seus objetivos certamente não é o melhor a se fazer.

Pensando nisso, aqui vai uma sugestão de exercício prático pra você:

Troque as afirmações negativas por afirmações positivas!

Exemplos:

NEGATIVAS

  • eu não mereço ser magra    
  • eu não mereço me sentir bonita 
  • eu nasci para fracassar 
  • eu não faço nada direito 
  • eu não consigo fazer isso 
  • eu não tenho capacidade 
  • não consigo dominar minha vontade de comer
  • eu não consigo mudar 

POSITIVAS

  • eu mereço ser magra!
  • eu mereço me sentir linda!
  • eu nasci para vencer!
  • eu sou capaz de fazer coisas boas!
  • eu consigo fazer qualquer coisa!
  • eu tenho capacidade!
  • eu consigo dominar minha vontade de comer!
  • eu sou capaz de mudar!

 

Consulte um médico:

O jejum é uma prática bastante segura que pode ser adotada pela maioria das pessoas sem qualquer problema no entanto, existem algumas condições de saúde que apesar de não impedirem completamente a introdução dessa prática, exige pelo menos que um acompanhamento médico seja feito para garantir que o jejum não interfira negativamente no quadro de saúde da pessoa em questão.

Além disso, mesmo sendo um adulto saudável, sem qualquer doença pré existente, recomendamos que faça exames gerais para saber como estão seus marcadores de saúde e com essa informação em mãos, poderá avaliar de perto cada aspecto da sua saúde que for melhorando após iniciar a prática do jejum.

 

Mude sua alimentação:   

Para aqueles que desejam usar o jejum com o intuito de emagrecer, mudar a alimentação é indispensável uma vez que tudo aquilo que consumimos influencia diretamente no ganho ou na perda de peso.

Portanto essa história de que se pode continuar comendo “tudo o que gosta” sem correr o risco de engordar é um privilégio para pouquíssimas pessoas que possuem uma genética que favorecem essa realidade.

No entanto, ter um corpo magro não significa ser saudável e por esse motivo recomendamos que mesmo tendo certa facilidade para emagrecer não deixe de observar atentamente o seu alimento pois aquilo que comemos pode tanto gerar vida como gerar morte.

E então, você sabia que antes de introduzir o jejum era preciso preparar o corpo dessa maneira? Em quais destes pontos você precisa se dedicar por mais tempo antes de introduzir o jejum em sua rotina?

 

 

 

Posts Relacionados:
Jejum Intermitente: 🍽 O Que Você 👇 Precisa Saber Para Começar!
Jejum Intermitente O Que Você Precisa Saber Para Começar!

Olá, tudo bem? Nesse artigo vou lhe explicar quem pode praticar jejum intermitente e algumas orientações de como começar.

Entenda Como o Jejum Intermitente Queima Gordura
Entenda Como o Jejum Intermitente Queima Gordura

Será que Jejum Intermitente queima GORDURA mesmo? Sim! Após anos de muitas pesquisas tenho a honesta opinião, que não existe Leia mais...

Como Fazer o Jejum Intermitente Para Emagrecer?
como fazer o jejum para emagrecer

Por causa da sua capacidade em promover um equilíbrio hormonal em nosso corpo, o jejum intermitente é uma excelente estratégia Leia mais...